Início > Iniciação à vida cristã > Curso sobre Liturgia na Catequese aconteceu no Rio de Janeiro

Curso sobre Liturgia na Catequese aconteceu no Rio de Janeiro

 

56 participantes integraram a 1ª etapa do curso

56 participantes integraram a 1ª etapa do curso

 

Promovido pelo núcleo da Rede Celebra de Animação Litúrgica (Duque de Caxias-RJ), aconteceu no Rio de Janeiro, no Colégio Regina Coeli, Tijuca, entre os dias 14 e 20 de janeiro, o curso sobre Liturgia na Catequese.

A motivação que levou a equipe a promover este curso parte do sentido de que se introduz a criança na catequese para ela mesma descobrir o mistério à qual pertence, não só o mistério de Cristo, mas o mistério da vida dela unida a Jesus. Não se trata aqui de apenas apresentar o mistério de Jesus, porém, é perceber que no itinerário catequético esse mistério da vida de Jesus implica na vida da criança. Assim inicia-se uma vida moldada pelas atitudes cristãs.

Contudo, para que a criança ou o catecúmeno (aquele que está no processo de iniciação à vida cristã) seja introduzido na vida cristã, é necessário que se viva também uma vida em conformidade com a Liturgia. O/a catequista consciente de que esse processo é imprescindível, colabora para que o iniciando, aos poucos seja introduzido na vida litúrgica, por meio de uma metodologia adequada e auxiliado por manuais criteriosos e com fundamentos.

A vida espiritual do catequista também é levado em conta, pois, em muitos casos ele/a torna-se como que um referencial inspirador para a criança perseverar na vida de fé. Nesse sentido, ao longo da catequese o/a catequista vai conduzindo os encontros não só caracterizado pela exposição de conteúdos doutrinários, mas tendo como eixo também a liturgia. Assim, ele mesmo pode presidir as bênçãos, as orações e celebrações, que acabam por se tornar conteúdo dos encontros. Todos esses elementos que pertencem à linha da liturgia, dão suporte aos temas catequéticos. De fato, constata-se uma carência nos manuais catequéticos existentes no Brasil com relação a oferecer uma catequese litúrgica fundamental.

Outro elemento motivador é o de que a catequese de iniciação, seja qual for a idade do iniciando, deve supor o despertar – ou o novo despertar da fé – em Jesus Cristo. Esse despertar vai acontecendo gradualmente, na medida em que se vai formando o iniciando para ouvir e praticar a Palavra de Deus. É nesse caminho metodológico, proposto pela Palavra, que o encontro com o Senhor vai acontecendo, ao ponto de ter sua culminância na liturgia da Igreja, sobretudo na participação plena na celebração eucarística, que deve ser a meta para a iniciação à vida cristã.

Realizado em duas etapas (janeiro/2013 e janeiro/2014), o curso tem como objetivos: – Buscar e desenvolver em conjunto uma metodologia apropriada para introduzir na participação da liturgia da comunidade cristã cume e fonte da vida cristã. – Capacitar o catequista para a preparação e a presidência das celebrações da Palavra, dos ritos e dos momentos de oração, nos diversos tempos e festas litúrgicas. – Explicitar a relação entre os conteúdos da catequese e os ritos (com sua base antropológica e atitude espiritual e a pedagogia correspondente).

Equipe de organização e assessoria: (da esquerda para a direita: Elias Júnior, João Paulo, Katia Ribeiro, Sueli Cruz, Penha Carpanedo, Domingos Ormonde e Irmão Francisco)

Equipe de organização e assessoria: (da esquerda para a direita: Elias Júnior, João Paulo, Katia Ribeiro, Sueli Cruz, Penha Carpanedo, Domingos Ormonde e Irmão Francisco)

Confira abaixo os conteúdos temáticos das duas etapas:

1ª etapa do curso:

1. Liturgia na catequese: leitura da realidade e dos documentos da Igreja.

2. Descoberta do mistério de Cristo na própria vida, pelo batismo recebido ou pela fé e pelo desejo de ser batizado.

3. Confiança e oração pessoal como expressão de fé inicial no Pai e em Jesus Cristo, ponto de partida da catequese, juntamente com o indício de mudança de vida e o desejo de viver  em Cristo e no Espírito.

4. As três etapas da iniciação cristã e os ritos catecumenais, segundo o RICA. 5. Pedagogia da oração comunitária no encontro de catequese. Teologia da oração. Formas de oração. Introdução aos salmos, cânticos bíblicos e hinos litúrgicos.

6. Presidência de orações e de bênçãos, por parte do catequista, no encontro de catequese, segundo o RICA.

7. A Palavra de Deus no encontro de catequese, na liturgia e na oração pessoal. O método da leitura orante.

8. Celebração da Palavra: fundamento, escolha das leituras, elementos, sequência, presidência.

9. Teologia da liturgia. Pedagogia das atitudes e ritos fundamentais da Eucaristia e da liturgia em geral. O domingo e os ciclos da páscoa e do natal.

2ª etapa do curso:

1. O sacramento da Reconciliação. Catequese, pedagogia, tempo, celebração.

2. O sacramento da Eucaristia. Catequese, pedagogia, participação. O “Diretório da Missa com Crianças”.

3. Tempo de preparação imediata, segundo o RICA.

4. A missa de primeira comunhão. A celebração do batismo e a renovação das promessas batismais.

5. Tempo de mistagogia, após a celebração dos sacramentos, segundo o RICA.

6. Fundamentos da relação liturgia e catequese.

Quanto à metodologia do curso, primou-se pela interação entre participantes e assessores, o que aconteceu sempre de forma permanente, sendo a linha-mestra da exposição dos conteúdos. Neste processo o que conta é a experiência pessoal, a espiritualidade e a vivência, que num constante diálogo, permeiam a fundamentação teórica. É claro que nessa primeira experiência, o que se quer objetivar também é que se vá moldando esse processo meio que novo, mas tão antigo, de uma catequese litúrgica.

Para a segunda etapa, haverá a possibilidade de inscrição de novos participantes, sobretudo porque se constatou que há uma intensa procura das comunidades em privilegiar esse caminho catequético.

Para você que não participou, confira abaixo um resumo dos conteúdos temáticos que foram tratados nesta primeira etapa:

1. A catequese, pelo método mistagógico, conduz a pessoa ao mistério, ao próprio Cristo.

2. O que se entende por este mistério é o coração da teologia litúrgica.

3. Teologia e formas de oração. 4. Teologia, o mistério do Cristo na Palavra.

5. Pequena introdução aos salmos e cânticos bíblicos.

6. Ano litúrgico, trabalhado minimamente. Quando se menciona o Ano Litúrgico, refere-se ao ano da liturgia, perguntando-se como a catequese se relaciona com a liturgia.

7. A questão antropológica, a modernidade e a criança. Dentro de um mundo que mudou e muda rapidamente. Mesmo dentro desse mundo mudado e tão difícil, é possível fazer esse processo. A insistência de que precisamos sempre levar em conta a criança que está dentro de nós. De onde ela veio, aonde ela vive. Perguntar como a criança está vivendo o mistério dentro de sua existência vital. O método mistagógico parte do rito, mas ele faz a mediação entre o rito e a vida. Quando pensamos no rito, pensamos na vida.

8. Os temas, abordados não de forma exaustiva, foram bem mencionados, e estes devem estar presente na condução da catequese, principalmente com relação ao Ano Litúrgico.

9. A questão dos ritos e celebrações: etapas, transição e cotidianos da catequese. Introdução à celebração (o mistério da liturgia, estrutura, orações, etc); mistagogia da música que contribuiu e ajudou na questão das celebrações; celebrações do encontro com os ofícios da manhã, mas do ponto de vista pedagógico, certamente contribuíram na apropriação da estrutura celebrativa da Igreja.

10. O corpo, ligado à questão antropológica.

11. Perspectiva de implantação de um curso como sugerido neste encontro, num itinerário de formação para os catequistas. Dentro da perspectiva catecumenal é necessário que todos os catequistas tenham passado por um processo. Reintroduzir os catequistas na vida espiritual.

12. O mistério da liturgia, o antropológico, os temas da catequese ligados ao Ano Litúrgico, os ritos e celebrações (tanto as etapas, os ritos de transição e os ritos cotidianos).

Ofício de Vigília na Comunidade Batismo do Senhor

Ofício de Vigília na Comunidade Batismo do Senhor

Um curso com conteúdo bastante fundamentado e criterioso só pode partir de quem vive uma experiência de fé. A prova disso é que os integrantes da equipe de preparação e condução do curso são membros ativos da comunidade Batismo do Senhor, de Duque de Caxias-RJ. Pe. Domingos Ormonde, membro fundador da comunidade Batismo do Senhor, é especialista em iniciação à vida cristã, sendo um dos maiores conhecedores do assunto no Brasil. Os participantes do curso, ao visitarem e rezarem juntos nesta comunidade, perceberam o cuidado do processo de iniciação à vida cristã vivido como numa experiência comunitária. Portanto, não se trata de falar sobre catequese a partir de um escritório, mas de explicitar uma prática que se dá vivamente, em local e realidade concretos.

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: